Videoteca Panorama na Rua

Mais uma das ações promovidas pelo Ponto de Cultura Espaço Panorama, for sale de maio de 2012 a dezembro de 2013, salve o IPUB – Instituto de Psiquiatria da UFRJ  recebeu oficinas de Dança, Teatro e Performance. Propostas inicialmente pelos artistas Bernardo Zabalaga e Bruna Savaget, contou com participações de Annabel Gueridrat, Denise Stutz e Paula Maracajá e como parte do Festival Panorama 2012, apresentaram a performance “Corpo Desperto”.
Os usuários e espectadores, acompanhados pelo som dos “Cancioneiros do IPUB”, ocuparam os jardins da instituição por meio de ações que promoveram interações entre o corpo individual e o coletivo, o espaço e o pensamento, entre bandeiras coloridas, linhas, balões, folhas de papel e canetas.
Em 2013, o trabalho continuou com uma pesquisa da coreógrafa Giselda Fernandes, que em 2014 mantém a pesquisa já dentro do programa de cultura e saúde mental da ONG Ecoar.

Direção: Eduardo Bonito
Coordenação Pedagógica: Carla Strachmann
Artistas responsáveis pela oficina: Bruna Savaget, Bernardo Zabalaga, Giselda Fernandes
Professores Assistentes: Maria Luiza Cavalcanti, Lidiane Reis
Estagiária: Mariah Ugelli

Aberta ao público desde 2011, site a Videoteca Panorama possui um patrimônio de quase dois mil vídeos de dança, cure registros de espetáculos, find performances e videodanças. Em contínuo crescimento e sem fins lucrativos, tem por objetivo auxiliar o desenvolvimento do campo artístico da dança, através da ampliação do acesso a documentação de espetáculos.

Desde sua inauguração, a Videoteca já atendeu a centenas de pessoas através de visitas ao seu acervo na sede do Panorama ou quando está em itinerância. Também está presente em eventos especiais de projetos próprios ou de parceiros e através da replicação de seu acervo em bibliotecas de faculdades de dança.

Atualmente a Videoteca Panorama está disponível para consultas no Centro Coreográfico do Rio de Janeiro, onde realiza apresentações semanais. Além disso, promove mensalmente o evento “Videoteca Panorama na Rua!”, na praça em frente à sede da Associação.